Info-bixo

  • Compartilhar
  • Oficina do Estudante no Facebook
  • Oficina do Estudante no Twitter
  • Imprimir Imprimir

Segunda fase da prova da Unesp teve dificuldade média

13 de Junho de 2016

Professores de cursinhos pré-vestibulares avaliaram que a segunda fase do vestibular da Unesp (Universidade Estadual Paulista) teve dificuldade média. As questões, explicam, trataram de temas tradicionais em disciplinas como física e mais modernos em história.

A prova foi aplicada em dois dias. No sábado (11), havia questões divididas em história, geografia, filosofia, matemática, física, biologia e química.

Na prova deste domingo (12), os candidatos responderam 12 perguntas de linguagens e códigos, que envolvem língua portuguesa, literatura, educação física e arte. Também havia uma redação.

Em uma das questões, foi pedido para que os alunos identificassem e transcrevessem como do narrador do livro "Memórias de um Sargento de Milícias", de Manuel Antônio de Almeida, interfere no texto de forma mais explícita.

"Talvez o alunos tenham se surpreendido com questões de gramática, nem tanto como literatura", disse Célio Tasinafo, coordenador do cursinho Oficina do Estudante. Uma delas pedia que o candidato identificasse os referentes em alguns pronomes de "Memórias de um Sargento de Milícias".

Já a redação tratou do conceito de família a partir de textos que falavam do projeto de lei que cria o Estatuto da Família. No geral, os professores consideraram a prova de dificuldade média. "Não foi difícil, é o que se espera de uma prova da Unesp", explica Tasinafo, da Oficina do Estudante.

FALTAS

Neste semestre, a Unesp oferece 360 vagas distribuídas por nove cursos de graduação, nas cidades de Bauru (engenharia de produção); Ilha Solteira (engenharia agronômica, engenharia civil, engenharia elétrica, engenharia mecânica); Registro (engenharia agronômica); São João da Boa Vista (engenharia aeronáutica) e Sorocaba (engenharia ambiental e engenharia de controle e automação).

Dos 13.762 candidatos que se participaram da primeira fase do vestibular, 10.787 se classificaram para a segunda.

Segundo a Vunesp, entidade que organiza o vestibular, 18,8% dos candidatos inscritos faltaram na prova deste domingo. No sábado, as ausências somaram 18%.

Fonte: Folha de S.Paulo

Professores de cursinhos pré-vestibulares avaliaram que a segunda fase do vestibular da Unesp (Universidade Estadual Paulista) teve dificuldade média. As questões, explicam, trataram de temas tradicionais em disciplinas como física e mais modernos em história.

A prova foi aplicada em dois dias. No sábado (11), havia questões divididas em história, geografia, filosofia, matemática, física, biologia e química.

Na prova deste domingo (12), os candidatos responderam 12 perguntas de linguagens e códigos, que envolvem língua portuguesa, literatura, educação física e arte. Também havia uma redação.

Em uma das questões, foi pedido para que os alunos identificassem e transcrevessem como do narrador do livro "Memórias de um Sargento de Milícias", de Manuel Antônio de Almeida, interfere no texto de forma mais explícita.

"Talvez o alunos tenham se surpreendido com questões de gramática, nem tanto como literatura", disse Célio Tasinafo, coordenador do cursinho Oficina do Estudante. Uma delas pedia que o candidato identificasse os referentes em alguns pronomes de "Memórias de um Sargento de Milícias".

Já a redação tratou do conceito de família a partir de textos que falavam do projeto de lei que cria o Estatuto da Família. No geral, os professores consideraram a prova de dificuldade média. "Não foi difícil, é o que se espera de uma prova da Unesp", explica Tasinafo, da Oficina do Estudante.

FALTAS

Neste semestre, a Unesp oferece 360 vagas distribuídas por nove cursos de graduação, nas cidades de Bauru (engenharia de produção); Ilha Solteira (engenharia agronômica, engenharia civil, engenharia elétrica, engenharia mecânica); Registro (engenharia agronômica); São João da Boa Vista (engenharia aeronáutica) e Sorocaba (engenharia ambiental e engenharia de controle e automação).

Dos 13.762 candidatos que se participaram da primeira fase do vestibular, 10.787 se classificaram para a segunda.

Segundo a Vunesp, entidade que organiza o vestibular, 18,8% dos candidatos inscritos faltaram na prova deste domingo. No sábado, as ausências somaram 18%.

Fonte: Folha de S.Paulo