Info-bixo

  • Compartilhar
  • Oficina do Estudante no Facebook
  • Oficina do Estudante no Twitter
  • Imprimir Imprimir

Um resumo de todas as mudanças do Enem 2017

09 de Março de 2017

O Ministério da Educação anunciou na manhã de hoje uma série de mudanças na aplicação do Enem 2017. A principal delas é que, a partir desta edição, a prova será aplicada em dois domingos consecutivos e não mais em um final de semana.

A medida, apoiada pela maior parte dos participantes de uma consulta pública sobre mudanças no Enem, favorece os guardadores de sábado ou sabatistas (pessoas que por razões religiosas não podem fazer uma atividade produtiva até o pôr do sol de sábado), que antes ficavam mais de 5 horas confinadas até o início da prova.

Veja um resumo de todas as mudanças do Enem 2017

Quando serão as provas?

Na edição deste ano, o exame será aplicado em dois domingos – nos dias 5 e 12 de novembro de 2017.

O primeiro domingo, 5 de novembro, será dedicado para as provas de redação, linguagens, códigos e suas tecnologias. Terá duração de 5 horas e 30 minutos.

No segundo dia, 12 de novembro, serão realizadas as provas de matemática e ciências da natureza e suas tecnologias. Terá duração de 4 horas e 30 minutos.

O Enem vai servir como certificado para o Ensino Médio?

Não. A partir de agora, o certificado para o ensino médio volta a ser feito pelo Exame Nacional de Certificação de Jovens e Adultos (Encceja), em parceria com estados e municípios.

O que muda nos cadernos de questões?

A partir desta edição, os candidatos receberão cadernos de questões e cartões de resposta identificados com seu nome e número de inscrição.

“Até 2016, os participantes recebiam o cartão de resposta separado da prova e faziam a identificação com a cor de sua prova. A novidade dos cadernos personalizados reforça a segurança dos quatro cadernos diferentes e identificados por cores”, afirma o Inep em nota.

Qual será o período de inscrições?

As inscrições para o Enem 2017 serão de 8 a 19 de maio. A publicação do edital deve acontecer até o dia 10 de abril.

Quem tem direito à isenção da taxa de inscrição?

Concluintes do ensino médio de escolas públicas e pessoas contempladas pela Lei 12.799/2013, que versa sobre o assunto. Também passam a ser beneficiados os cadastrados no CadUnico junto ao Ministério de Desenvolvimento Social e Reforma Agrária.

O que muda no processo para a isenção?

Até 2016, a isenção era concedida por meio de autodeclaração. Agora, o candidato precisará informar, ao se inscrever, seu número de Identificação Social (NIS).

O sistema de inscrição permitirá busca automática. Em algumas situações, o participante poderá declarar que atende os requisitos, “mas se for verificado que a declaração é inverídica o candidato pode ser eliminado em qualquer etapa do processo”, diz o Inep.

Qual será a punição para beneficiados da isenção que faltarem no Enem?

“A partir de 2017, o participante que obtiver a isenção do pagamento da taxa de inscrição e não comparecer para a realização das provas perderá o benefício da gratuidade para o Enem 2018, caso queira usá-lo. A não ser que justifique ausência por meio de atestado médico ou documento oficial que comprove a impossibilidade de comparecimento. Não haverá mais justificativa por autodeclaração.”

Quando será divulgado o resultado?

O resultado será divulgado em 19 de janeiro de 2018.

Fonte: exame.com

O Ministério da Educação anunciou na manhã de hoje uma série de mudanças na aplicação do Enem 2017. A principal delas é que, a partir desta edição, a prova será aplicada em dois domingos consecutivos e não mais em um final de semana.

A medida, apoiada pela maior parte dos participantes de uma consulta pública sobre mudanças no Enem, favorece os guardadores de sábado ou sabatistas (pessoas que por razões religiosas não podem fazer uma atividade produtiva até o pôr do sol de sábado), que antes ficavam mais de 5 horas confinadas até o início da prova.

Veja um resumo de todas as mudanças do Enem 2017

Quando serão as provas?

Na edição deste ano, o exame será aplicado em dois domingos – nos dias 5 e 12 de novembro de 2017.

O primeiro domingo, 5 de novembro, será dedicado para as provas de redação, linguagens, códigos e suas tecnologias. Terá duração de 5 horas e 30 minutos.

No segundo dia, 12 de novembro, serão realizadas as provas de matemática e ciências da natureza e suas tecnologias. Terá duração de 4 horas e 30 minutos.

O Enem vai servir como certificado para o Ensino Médio?

Não. A partir de agora, o certificado para o ensino médio volta a ser feito pelo Exame Nacional de Certificação de Jovens e Adultos (Encceja), em parceria com estados e municípios.

O que muda nos cadernos de questões?

A partir desta edição, os candidatos receberão cadernos de questões e cartões de resposta identificados com seu nome e número de inscrição.

“Até 2016, os participantes recebiam o cartão de resposta separado da prova e faziam a identificação com a cor de sua prova. A novidade dos cadernos personalizados reforça a segurança dos quatro cadernos diferentes e identificados por cores”, afirma o Inep em nota.

Qual será o período de inscrições?

As inscrições para o Enem 2017 serão de 8 a 19 de maio. A publicação do edital deve acontecer até o dia 10 de abril.

Quem tem direito à isenção da taxa de inscrição?

Concluintes do ensino médio de escolas públicas e pessoas contempladas pela Lei 12.799/2013, que versa sobre o assunto. Também passam a ser beneficiados os cadastrados no CadUnico junto ao Ministério de Desenvolvimento Social e Reforma Agrária.

O que muda no processo para a isenção?

Até 2016, a isenção era concedida por meio de autodeclaração. Agora, o candidato precisará informar, ao se inscrever, seu número de Identificação Social (NIS).

O sistema de inscrição permitirá busca automática. Em algumas situações, o participante poderá declarar que atende os requisitos, “mas se for verificado que a declaração é inverídica o candidato pode ser eliminado em qualquer etapa do processo”, diz o Inep.

Qual será a punição para beneficiados da isenção que faltarem no Enem?

“A partir de 2017, o participante que obtiver a isenção do pagamento da taxa de inscrição e não comparecer para a realização das provas perderá o benefício da gratuidade para o Enem 2018, caso queira usá-lo. A não ser que justifique ausência por meio de atestado médico ou documento oficial que comprove a impossibilidade de comparecimento. Não haverá mais justificativa por autodeclaração.”

Quando será divulgado o resultado?

O resultado será divulgado em 19 de janeiro de 2018.

Fonte: exame.com