No lugar dele, foi colocada a."> Fuvest muda livro obrigatório - Oficina do Estudante - Cursinho Campinas - Pré-vestibular - Colégio Ensino Médio Campinas - o curso que mais aprova nos vestibulares da Unicamp,Fuvest,Unesp,Ufscar,Unifesp.

Info-bixo

  • Compartilhar
  • Oficina do Estudante no Facebook
  • Oficina do Estudante no Twitter
  • Imprimir Imprimir

Fuvest muda livro obrigatório

15 de Maio de 2017

O romance "Capitães de areia", de Jorge Amado (1912-2001), foi retirado da lista de leituras obrigatórias da Fundação Universitária para o Vestibular (Fuvest).

No lugar dele, foi colocada a obra "Minha vida de menina", da autora Helena Morley - pseudônimo de Alice Dayrell Caldeira Brant (1880 -1970). A listagem válida para o vestibular 2018 foi divulgada nesta segunda-feira (15). O número de livros obrigatórios segue sendo dez.

A fundação é uma instituição autônoma, que foi fundada em 1976 e que é responsável pela seleção para a Universidade de São Paulo (USP) e Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo (FCMSC-SP).

Confira a lista completa:

"Iracema" ‐ José de Alencar
"Memórias póstumas de Brás Cubas" ‐ Machado de Assis
"O cortiço" ‐ Aluísio Azevedo
"A cidade e as serras" ‐ Eça de Queirós
"Vidas secas" ‐ Graciliano Ramos
"Minha vida de menina" ‐ Helena Morley
"Claro enigma" ‐ Carlos Drummond de Andrade
"Sagarana" ‐ João Guimarães Rosa
"Mayombe" ‐ Pepetela

O romance "Capitães de areia", de Jorge Amado (1912-2001), foi retirado da lista de leituras obrigatórias da Fundação Universitária para o Vestibular (Fuvest).

No lugar dele, foi colocada a obra "Minha vida de menina", da autora Helena Morley - pseudônimo de Alice Dayrell Caldeira Brant (1880 -1970). A listagem válida para o vestibular 2018 foi divulgada nesta segunda-feira (15). O número de livros obrigatórios segue sendo dez.

A fundação é uma instituição autônoma, que foi fundada em 1976 e que é responsável pela seleção para a Universidade de São Paulo (USP) e Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo (FCMSC-SP).

Confira a lista completa:

"Iracema" ‐ José de Alencar
"Memórias póstumas de Brás Cubas" ‐ Machado de Assis
"O cortiço" ‐ Aluísio Azevedo
"A cidade e as serras" ‐ Eça de Queirós
"Vidas secas" ‐ Graciliano Ramos
"Minha vida de menina" ‐ Helena Morley
"Claro enigma" ‐ Carlos Drummond de Andrade
"Sagarana" ‐ João Guimarães Rosa
"Mayombe" ‐ Pepetela