Oficina temática

  • Compartilhar
  • Oficina do Estudante no Facebook
  • Oficina do Estudante no Twitter
  • Imprimir Imprimir

Oficina Comportamento debate malefícios da drogas

08 de Abril de 2015

Foi realizada na manhã de 8 de abril, a Oficina Comportamento sobre drogas com uma palestra do coordenador de Prevenção às Drogas de Campinas, Nelson Hossri. Advogado e idealizador do movimento “Sou Feliz sem Drogas”, Hossri conversou com o alunos do 9º ano do Ensino Fundamental e do 1º ano do Ensino Médio sobre os riscos e ameaças do envolvimento com as drogas.

No bate papo, ele mostrou fotos do antes e depois de usuários de drogas. As imagens, que ilustram bem a degradação física das pessoas que fazem uso de entorpecentes, impressionou aos alunos e levantou o debate sobre os mais variados tipos de drogas, até mesmo as lícitas.

O Oficina Comportamento é um projeto que visa complementar o conteúdo pedagógico e envolver os alunos às questões sociais para formá-los como cidadãos atuantes na sociedade. Além de drogas, são tratados temas como: a educação na era da internet e das redes sociais; os desafios do relacionamento entre pais- filhos; a necessidade de se combater práticas discriminatórias com relação às minorias étnicas e culturas e o trabalho necessário para se garantir práticas de consumo responsáveis, relativas ao desenvolvimento sustentável.


Foi realizada na manhã de 8 de abril, a Oficina Comportamento sobre drogas com uma palestra do coordenador de Prevenção às Drogas de Campinas, Nelson Hossri. Advogado e idealizador do movimento “Sou Feliz sem Drogas”, Hossri conversou com o alunos do 9º ano do Ensino Fundamental e do 1º ano do Ensino Médio sobre os riscos e ameaças do envolvimento com as drogas.

No bate papo, ele mostrou fotos do antes e depois de usuários de drogas. As imagens, que ilustram bem a degradação física das pessoas que fazem uso de entorpecentes, impressionou aos alunos e levantou o debate sobre os mais variados tipos de drogas, até mesmo as lícitas.

O Oficina Comportamento é um projeto que visa complementar o conteúdo pedagógico e envolver os alunos às questões sociais para formá-los como cidadãos atuantes na sociedade. Além de drogas, são tratados temas como: a educação na era da internet e das redes sociais; os desafios do relacionamento entre pais- filhos; a necessidade de se combater práticas discriminatórias com relação às minorias étnicas e culturas e o trabalho necessário para se garantir práticas de consumo responsáveis, relativas ao desenvolvimento sustentável.