• banner bolsa de estudo
  • banner aprovação medicina
  • banner aprovados unicamp
  • banner aprovados

Orientação Vocacional

  • Compartilhar
  • Oficina do Estudante no Facebook
  • Oficina do Estudante no Twitter
  • Imprimir Imprimir

Mudanças, transições e decisões

30 de Julho de 2012

Você já imaginou quanto tempo da sua vida você passará trabalhando? Certamente, serão muitos anos.



Antes, se falava em aposentadoria com mais facilidade, mas hoje em dia, não é mais tão certo que alguém pare de trabalhar por que atingiu certa idade ou certo tempo de serviço. Não é exagero falar que as pessoas trabalham até quase o fim da vida. Antigamente, também era bastante comum as pessoas ficarem anos a fio num mesmo emprego. Atualmente, mais do que exceção, a regra é a transição.


Portanto, você provavelmente terá uma carreira longa e mudará de ocupação, de emprego e - quem sabe - até mesmo de profissão, algumas vezes. Só para se ter uma ideia, dados do Ministério do Trabalho e Emprego, do período entre 1996 e 2005, mostraram que 61% de jovens trabalhadores passaram por transições nos dois primeiros anos da carreira e que, ao final dos 10 anos estudados, apenas 5% das pessoas não tinham mudado de emprego.


Esses dados refletem uma tendência do mercado de trabalho e podem sugerir uma certa volatilidade das escolhas profissionais, em prol de uma adaptação à realidade. Isso é certo: adaptar-se é preciso e mantém as espécies. Por outro lado, adaptação implica em mudanças: de ideias, de comportamento e, muitas vezes, até de cidade ou país.


Preparar-se sentir-se apto para as mudanças que ocorrerão ao longo da carreira (vida?) é uma grande tarefa de desenvolvimento e a entrada em um curso superior pode significar, para muitas pessoas, uma primeira conquista nesse sentido. E aqui não estou falando do mérito pela vaga conquistada, mas do avanço para uma próxima fase da vida, de ser Universitário. Uma época que provavelmente será lembrada pelo resto da sua vida. Liberdade. Escolhas. Decisões. Grandes responsabilidades.


A escolha da profissão é apenas a primeira decisão de sua carreira. Tornar-se universitário será apenas a primeira transição. Por isso mesmo, são essas as experiências que guiarão toda a sua carreira. Boas mudanças!


Rodolfo A. M. Ambiel
Psicólogo – CRP 06/96708
Atendimentos em Campinas e Itatiba.
Em Campinas: Rua Reverendo Eduardo Lane, 186, Jardim Brasil (paralela à Avenida Brasil).
Telefones: (19) 9296-1443 / (11) 9822-2211
Blog: www.decisoesprofissionais.blogspot.br
Facebook: www.facebook.com/rodolfoambiel
E-mail: ambielram@gmail.com
Currículo Lattes: http://lattes.cnpq.br/5057292997836738










































































































































Você já imaginou quanto tempo da sua vida você passará trabalhando? Certamente, serão muitos anos.



Antes, se falava em aposentadoria com mais facilidade, mas hoje em dia, não é mais tão certo que alguém pare de trabalhar por que atingiu certa idade ou certo tempo de serviço. Não é exagero falar que as pessoas trabalham até quase o fim da vida. Antigamente, também era bastante comum as pessoas ficarem anos a fio num mesmo emprego. Atualmente, mais do que exceção, a regra é a transição.


Portanto, você provavelmente terá uma carreira longa e mudará de ocupação, de emprego e - quem sabe - até mesmo de profissão, algumas vezes. Só para se ter uma ideia, dados do Ministério do Trabalho e Emprego, do período entre 1996 e 2005, mostraram que 61% de jovens trabalhadores passaram por transições nos dois primeiros anos da carreira e que, ao final dos 10 anos estudados, apenas 5% das pessoas não tinham mudado de emprego.


Esses dados refletem uma tendência do mercado de trabalho e podem sugerir uma certa volatilidade das escolhas profissionais, em prol de uma adaptação à realidade. Isso é certo: adaptar-se é preciso e mantém as espécies. Por outro lado, adaptação implica em mudanças: de ideias, de comportamento e, muitas vezes, até de cidade ou país.


Preparar-se sentir-se apto para as mudanças que ocorrerão ao longo da carreira (vida?) é uma grande tarefa de desenvolvimento e a entrada em um curso superior pode significar, para muitas pessoas, uma primeira conquista nesse sentido. E aqui não estou falando do mérito pela vaga conquistada, mas do avanço para uma próxima fase da vida, de ser Universitário. Uma época que provavelmente será lembrada pelo resto da sua vida. Liberdade. Escolhas. Decisões. Grandes responsabilidades.


A escolha da profissão é apenas a primeira decisão de sua carreira. Tornar-se universitário será apenas a primeira transição. Por isso mesmo, são essas as experiências que guiarão toda a sua carreira. Boas mudanças!


Rodolfo A. M. Ambiel
Psicólogo – CRP 06/96708
Atendimentos em Campinas e Itatiba.
Em Campinas: Rua Reverendo Eduardo Lane, 186, Jardim Brasil (paralela à Avenida Brasil).
Telefones: (19) 9296-1443 / (11) 9822-2211
Blog: www.decisoesprofissionais.blogspot.br
Facebook: www.facebook.com/rodolfoambiel
E-mail: ambielram@gmail.com
Currículo Lattes: http://lattes.cnpq.br/5057292997836738









































































































































Conheça outras atividades

Saiba Mais