Manter-se motivado nos estudos: cinco dicas infalíveis

Manter-se motivado nos estudos

Manter-se motivado nos estudos: cinco dicas infalíveis

Manter-se motivado nos estudos: cinco dicas infalíveis

São posturas que farão muita diferença no seu modo de encarar os desafios

Os problemas com aquela matéria chata só aumentam.

Bate aquele desânimo…

Mas ficar desmotivado é normal.

A dificuldade do vestibular, o peso de tomar a decisão sobre a carreira que vai estudar, a preocupação com as notas de corte: tudo isso pode sobrecarregar muito o emocional do estudante.anime-tired
Se você ainda está inseguro, preparamos cinco dicas infalíveis para você se manter motivado nos estudos ao longo do ano. Veja:

1. Pense menos nas dificuldades

Acredite, não adianta nada ficar nervoso pensando na quantidade de coisa que ainda falta estudar, e no pouco tempo que você tem para aprender tudo.

Afaste de si os pensamentos negativos:

se você acumulou matérias atrasadas de ontem, tente refazer seu cronograma para recuperar o tempo perdido no fim de semana.

Se não entendeu muito bem aquele tópico de física, pare de se torturar pensando que nunca vai conseguir aprendê-lo:

vá logo ao professor ou ao plantão de dúvidas e resolva de uma vez o problema.

Evite ficar irritado consigo mesmo se cometer algum erro ou não conseguir cumprir a rotina de estudos algum dia.

Sem noia!

2. Faça uma lista do que você aprendeu no dia

Reconhecer o progresso que você vem fazendo pode ser uma boa estratégia para as horas em que se sentir desmotivado.

Ao fim de cada dia, pegue um papel e faça uma lista do que você estudou e o que conseguiu aprender em cada disciplina.

Assim, você pode manter um controle do trabalho que vem fazendo e de cada avanço que dá, por menor que seja.

É hora de se parabenizar pelo seu esforço, não acha? 😉

3. Reconheça as pequenas vitórias

Esta etapa está muito relacionada com a anterior.

Ficar feliz com cada pequena vitória que você alcança, ao longo de toda a extensa preparação para o vestibular, é uma das chaves para compreender que o seu objetivo pode ser alcançado, e para te dar uma dimensão mais completa do que você já fez (e o que ainda falta ser feito).

Por isso, anote cada vitória que obtiver na batalha contra o exame.

Aqui vai uma lista de exemplos:

– Conseguiu terminar um ou mais livros da lista de obras obrigatórias?

– Conseguiu refazer uma das provas do Enem, de anos anteriores, dentro do prazo dado de 4 horas e meia?

– Conseguiu resolver toda a lista de exercícios de uma determinada matéria?

– Conseguiu dominar por inteiro algum dos tópicos daquela disciplina?

rocky-gif

Faça como o Rocky! Você é um vencedor! 😛

4. Cuide do básico

Lição básica para o vestibulando: corpo cansado não consegue aprender nada.

Virar a noite estudando (e dormir mal), deixar de se alimentar direito ou, ainda, não fazer nada além de estudar: tudo isso pode ser o que está “acabando” com você e com a sua disposição.

Se você não se cuida, não é de surpreender que se sinta desmotivado.

Antes de pensar no vestibular e no curso que quer passar, pense primeiro em si mesmo.

Nada de ficar bitolado, ok?

5. Mantenha o foco no que o seu objetivo significa para você

Pense no curso que você quer fazer.

Por que você quer fazê-lo?

Quais são os motivos verdadeiros que fizeram você optar por essa carreira?

Há muitas respostas possíveis para essa pergunta, como:

– vai me trazer muito reconhecimento,

– tenho afinidade com as matérias,

– é o que mais se encaixa no meu perfil. ou até

– posso ganhar muito dinheiro.

Manter-se motivado nos estudos

Todas as razões são legítimas, mas, além disso, tire um tempo para pensar nos motivos pessoais que te levam a esse grande esforço de passar nesse curso.

Esqueça as recompensas.

Pense no que isso significa para você, o que te faz perseguir esse sonho e o que vai mudar na sua vida daqui para frente.

Estabeleça o que é importante para você, pessoalmente, e priorize os seus sentimentos.

Muito mais do que pensar nas recompensas a longo prazo, como sucesso ou dinheiro, abraçar o significado de tudo isso pode te fazer seguir em frente muito mais motivado.

Post inspirado (e baseado) no texto “How To Be Motivated: 4 New Insights From Research”, do blog Barking Up The Wrong Tree. Acesse aqui!

LEIA MAIS

Ensino Médio e Vestibular: rumo à empregabilidade

Como estudar para redação do Enem, USP, Unicamp e Unesp?

Compartilhe esse Post

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *